Melhores Raquetes de Squash

Na hora de escolher entre as melhores raquetes de squash, é preciso se atentar a uma série de características, de acordo com seu estilo de jogo.

O squash não é o esporte mais popular por aqui, mas isso não quer dizer que não tenha seus praticantes. Aliás, o squash está no Brasil desde a década de 1930, ainda que tenha ganhado mais força apenas nas últimas décadas. Essa expansão é ótima, pois torna possível que tenhamos equipamentos de mais qualidade e por preços menores em nosso país.

Melhores Raquetes de Squash para 2022

Tecnifibre_Carboflex_125_-_tabelaTecnifibre Carboflex 125Melhor Raquete de SquashR$ 2.553,00 na Amazon
Head_‎Graphene_Touch_Speed_120_-_tabelaHead ‎Graphene Touch Speed 120Melhor Custo BenefícioR$ 2.406,00 na Amazon
Black_Knight_Stratos_-_tabelaTBlack Knight StratosRaquete de Squash para IniciantesR$ 1.000,00 na Amazon
Head_Extreme_120-_tabelaHead Extreme 120Raquete de Squash Boa e BarataR$ 2.423,00 na Amazon
Dunlop_Compete_-_tabelaDunlop CompeteRaquete de Squash Para TreinoR$ 1.057,96 na Amazon

E, sem dúvidas, o item mais importante para a prática desse esporte são as raquetes de squash. Existem diversos modelos, cada um com suas características específicas, que podem ser mais ou menos eficientes dependendo do perfil do jogador.

Mas quais são essas características? Quais considerar para escolher a melhor raquete de squash? E quais as melhores raquetes de squash do mercado?

Isso você descobre agora mesmo. Apenas continue lendo!

Guia de compra: como escolher a melhor das raquetes de squash?

https://www.youtube.com/watch?v=8lsYkqWIxjw

Antes de mais nada, é importante entender que não existe a “melhor” raquete de squash. A escolha depende do perfil de cada jogador e da forma como prefere jogar.

Por isso, é importante entender melhor cada característica da raquete e como elas influenciam no jogo. Confira a seguir:

Área da cabeça

A cabeça da raquete é justamente sua extremidade mais larga, onde ficam as cordas. Quanto maior ela for, mais área disponível o jogador terá para rebater (essa área também é chamada de sweet spot).

Por outro lado, quanto maior for essa área, mais pesada será a raquete, dificultando movimentos mais rápidos e manobras mais refinadas.

Por isso, temos a seguinte conclusão:

  • Para jogadores que têm um estilo mais “bruto”, que depende mais da força, a melhor raquete de squash é a com um sweet spot maior.
  • Já no caso dos jogadores mais experientes, que preferem agilidade e precisão, as raquetes de squash com menor sweet spot são mais interessantes.

Formato da garganta

A garganta fica entre a cabeça da raquete e seu eixo. Ela pode ser do tipo aberta, fechada ou híbrida.

A raquete de garganta aberta é a que possui um formato de gota (teardrop), ou seja, é o modelo em que a cabeça inteira é encordoada. Esse modelo possui maior sweet spot, mas, como já comentamos, isso faz com que seja mais pesada, sendo portanto mais recomendada para quem deseja mais potência.

A raquete com garganta fechada, por sua vez, é a que possui um “vão” entre a cabeça e o eixo. Essa área sem cordas faz com que seja mais difícil rebater a bola, mas a raquete se torna mais leve. Esse é o melhor tipo de raquete para quem prefere um jogo mais preciso — geralmente os jogadores mais experientes.

A garganta híbrida, como é de se esperar, equilibra controle e potência, e pode ser interessante para jogadores que querem uma raquete mais versátil.

Balanceamento

O balanceamento é o que define onde o peso da raquete estará concentrado. Ele pode estar pendendo para a cabeça (head-heavy, ou cabeça pesada), para o cabo (head-light, ou cabeça leve), ou ainda sendo distribuído de forma uniforme (balanced).

Uma raquete pesada na cabeça é mais estável e garante maior potência, mas são menos rápidas. Essa é a melhor raquete de squash para quem está começando.

Uma raquete de cabeça leve, por sua vez, não garante tanta estabilidade ou força, mas compensa isso na velocidade. Com uma raquete dessas, o jogador pode realizar voleios e manobras mais refinadas, mas que exigem maior destreza — ou seja, é mais indicada para jogadores experientes.

Como sempre, temos uma versão mais equilibrada, que é a de peso distribuído uniformemente. Esse tipo de raquete é — literalmente — mais equilibrado, o que garante uma boa versatilidade em seu uso.

Encordoamento

O formato da garganta das raquetes de squash acaba afetando o padrão de encordoamento.
O formato da garganta das raquetes de squash acaba afetando o padrão de encordoamento.

O encordoamento é uma das características mais importantes da raquete, e poderia ser tratado em um artigo completamente à parte. Existem, basicamente, quatro fatores a se considerar quando se pensa nas cordas, que são:

Padrão de encordoamento

Define o número de cordas na vertical e na horizontal. De uma maneira geral, quanto maior o número de cordas, mais fácil será o controle da bola — mas lembre-se de que isso deixará a raquete mais pesada.

Espessura das cordas

Quanto mais fina a corda, mais leve a raquete será — e mais fácil será aplicar um spin na bola. No entanto, é bom lembrar que cordas mais finas são menos duráveis, e vice-versa. Portanto, a melhor raquete de squash para quem procura durabilidade é a que possui cordas mais espessas.

Tensão

A tensão nas cordas é um fator extremamente importante no que se refere ao controle sobre a bola. De uma forma geral, quanto mais tensionadas estiverem as cordas, mais controle você terá nas rebatidas. No entanto, isso tem uma desvantagem: menos potência.

E o contrário também é verdade: cordas mais “soltas” são capazes de fazer a bola ricochetear mais intensamente, resultando em mais força. Por outro lado, o controle fica bem prejudicado.

A tensão pode ser ajustada para que se obtenha a melhor raquete de squash. Apenas para valores de referência, a tensão padrão é de 28 libras.

Grip

O cabo é justamente onde a mão do jogador e a raquete se encontram. Por isso, é importante que exista conforto e aderência, que às vezes conflitam um com o outro. No cabo é enrolada uma fita emborrachada chamada de grip, que define essas duas características.

De forma geral, quanto maior a aderência, mais firme a raquete será, possibilitando movimentos mais precisos. Um grip mais fino pode garantir a aderência, mas atrapalha no conforto, e vice-versa.

Por isso, para conseguir a melhor raquete de squash, você deverá testar o grip e ajustá-lo conforme a necessidade.

O squash é um esporte bem divertido.
O squash é um esporte bem divertido.

Quais são as melhores raquetes de squash?

Você já sabe o que levar em consideração na hora de comprar sua raquete. Com essas informações, que tal escolher a melhor raquete para o seu jogo? Criamos uma lista com os melhores produtos do mercado para te ajudar na sua busca. Confira!

1. Tecnifibre Carboflex 125

Melhor Raquete de Squash

Raquete de Squash Tecnifibre Carboflex 125

  • Tamanho da cabeça: 500 cm²
  • Material: basaltex
  • Peso: 125 g

Com o tradicional formato gota, esta raquete de squash tem tensão de 20 a 30 lb e padrão de encordoamento de 14 x 18.

Assim, ela tem uma boa relação entre controle e potência de arremesso, sendo ideal para treino ou partidas oficiais.

Esse modelo tem a tecnologia Basaltex Multiaxial, com integração da corda em locais estratégicos para reduzir o choque e aumentar o feel.

Dessa forma, tem distribuição de peso de 350 mm no meio, o que eleva sua resistência e desempenho.

PrósContras
Tem tecnologia que reduz o impactoPreço muito elevado
Oferece boa energia 
É leve e fácil de manusear 
É resistente e durável 
Tem boa distribuição de peso 

2. Head ‎Graphene Touch Speed 120

Melhor Raquete de Squash em Custo Benefício

Esta é uma opção com preço mais acessível, mas que não perde em qualidade. Inclusive, ela oferece duas opções, a padrão e a com corpo fino.

A primeira tem encordoamento de 16 x 17, dando mais toque, e a outra 12 x 17, aumentando a potência.

Assim, você pode escolher o que é mais adequado para o seu estilo de jogo, sempre com a energia e controle que precisa.

Este modelo conta com a tecnologia Graphene Touch, que melhora a absorção do choque após o impacto. Com ela, o nível de energia não é comprometido.

Além disso, ela tem a tecnologia CT2, que incorpora trilhos corrugados em todos os lados da “garganta” da raquete. Com isso, você tem mais desempenho em cada tacada.

PrósContras
Conta com duas opções de encordoamentoPreço muito elevado
Possui tecnologias que melhoram o desempenho 
Boa absorção de choque  
Proporciona alto nível de energia no arremesso 
É leve e fácil de manusear 

3. Black Knight Stratos

Raquete de Squash para Iniciantes

Raquete de squash Black Knight Stratos

  • Tamanho da cabeça: 488 cm²
  • Material: fibra de carbono
  • Peso: 145 g

Agora, se você quer uma raquete de squash de cabeça pesada e ideal para treinar e desenvolver habilidades, escolha esta.

Ela tem corda PowerNick18 e padrão de encordoamento de 14 x 19, o que confere bom poder de controle e energia.

De acordo com o fabricante, ela é indicada para iniciantes e intermediários. Justamente, por oferecer uma combinação de materiais de qualidade e tecnologias.

Entre elas, a Vibra Plat e a NC2C, que aumentam ainda mais a eficiência e durabilidade, além de aprimorar a distribuição de choque do impacto.

PrósContras
Bom poder de controle e energiaPara nós, não foram encontrados aspectos negativos
Conta com tecnologias que aumentam a eficiência e durabilidade 
Boa distribuição de impacto 
Combina materiais de qualidade que melhoram o desempenho 
Corda de boa tração 

4. Head Extreme

Raquete de Squash Boa e Barata

HEAD Raquete de squash extremo, pré-amarrada – 120 g, equilíbrio pesado

  • Tamanho da cabeça: 495 cm²
  • Material: não informado
  • Peso: 120 g

Também para usuários de nível intermediário, esta é uma das raquetes de squash mais leves e eficientes.

Ela tem cabeça pesada e estrutura híbrida, com tecnologia Innegra integrada. Assim, ela tem mais estabilidade, choque reduzido e melhor sensação de pegada e manuseio.

Seu formato em gota é exclusivo da marca e é pensado justamente para aumentar a potência durante a partida.

Vale saber também que sua construção é composta e patenteada do fabricante. Esse cuidado faz com que ela dure mais, mantendo suas propriedades perfeitas por longo tempo.

Para fechar, saiba que seu feixe é de 19,5 – 20 mm e o comprimento de 685 mm, com aderência tamanho 4.

PrósContras
Formato e design são exclusivos da marcaPreço elevado
É estável e com boa redução de impactoNão deixa claro o material usado na fabricação 
Fácil de manusear e leve 
Tem construção patenteada 
Alta durabilidade, não deforma com o tempo 

5. Dunlop Compete

Raquete de Squash Para Treino

Mini raquete verde squash DUNLOP Compete

  • Tamanho da cabeça: 500 cm²
  • Material: liga de titânio
  • Peso: 205 g

No formato mini, com 68,6 cm de comprimento, esta é uma raquete de squash completa e confiável.

De acordo com o fabricante, ela é ideal para treino e desenvolvimento de habilidades, além de ser adequada para crianças e jovens, a partir dos 10 anos.

Ela tem padrão de encordoamento de 14 x 19, como outros modelos da lista. Assim, oferece bom controle e energia.

Por ser feita com liga de titânio, ela é um pouco mais pesada, porém ainda assim confere boa pegada e desempenho de arremesso.

PrósContras
Tem bom padrão de encordoamentoÉ menor, ideal para treino e pessoas a partir de 10 anos
Bom poder de controle e energiaÉ um pouco mais pesada 
Boa pegada e bom desempenho 
É durável e confiável 
É fácil de manusear 

Hora de jogar Squash!

Hoje você aprendeu o que deve levar em conta ao escolher entre as melhores raquetes de squash. É preciso se atentar a características como o formato da garganta, o balanceamento, o grip e o encordoamento, lembrando sempre que a melhor raquete varia de acordo com as preferências de cada jogador.

Certifique-se de verificar a página de cada produto antes de fazer sua compra. Assim você poderá ter mais detalhes sobre o produto, sobre o vendedor e sobre o que os compradores acharam da raquete.

Tudo isso, é claro, para escolher a melhor raquete de squash de acordo com o seu estilo de jogo.

Para você, qual é a melhor das raquetes de squash apresentadas? Conte pra gente! E para mais conteúdo sobre artigos esportivos — e seleções exclusivas com os melhores produtos do mercado —, fique de olho no Nutri 360. Até a próxima!

Sobre o Autor: Johann Victor

Nascido em MS, criado em São Paulo. Gosta de escrever, viajar e aprender sobre tudo o que é possível.

Deixe um comentário