Para que serve o Whey? Descubra 8 Benefícios do Whey Protein

Os benefícios do Whey Protein são vários — e não servem apenas para bodybuilders.

O Whey Protein é extremamente popular nas academias, especialmente quando o assunto é ganho de massa muscular. Aliás, quando se fala em whey, geralmente se pensa em um cara fortão, um bodybuilder, que tem como objetivo ficar cada vez mais musculoso.

Por causa desse estereótipo relacionado ao Whey Protein, muita gente pensa que o suplemento não seria útil em seu dia a dia — o que pode ser um grande engano, já que o whey apresenta benefícios que vão além do ganho de músculo.

Mas quais são esses benefícios do Whey Protein? Como eles podem melhorar sua vida? Ou ainda, o que é exatamente o Whey Protein?

Tudo isso você descobre agora mesmo, aqui neste artigo. É só continuar lendo!

O que é Whey Protein?

Os benefícios do Whey Protein provêm do leite.
Os benefícios do Whey Protein vêm todos do leite.

Você já sabe que o Whey Protein é um suplemento proteico. Mas do que exatamente ele é feito?

O Whey Protein é produzido a partir da proteína extraída do soro do leite (que, em inglês, se chama whey). O grande diferencial do whey em relação a outras proteínas é que ele possui uma grande concentração de aminoácidos que o corpo humano precisa, mas que não consegue produzir — os chamados aminoácidos essenciais.

Esses aminoácidos ajudam em diversas funções do organismo, como o funcionamento do sistema imunológico, síntese de proteínas e recuperação muscular. Graças a esses benefícios, o whey é bem popular entre as pessoas que desejam ganhar mais massa muscular e perder peso, além de ser indicado em certos tipos de dieta.

Quer saber tudo de bom que o whey tem a oferecer? Então vamos lá!

Quais são os benefícios do Whey Protein?

Uma especialista fala sobre os benefícios do Whey Protein.

Que o whey é febre nas academias, disso não há dúvidas. No entanto, quais são exatamente os benefícios do Whey protein?

1. Promove o ganho de massa muscular

Nossa lista de benefícios do Whey Protein começa com o que é mais óbvio. Afinal, quando alguém começa a tomar o suplemento, o motivo é geralmente o de ganho de músculo.

Mas por que o whey funciona? Acontece que o suplemento possui proteínas de alto valor biológico, ou seja, proteínas que o corpo humano tem uma grande facilidade em processar e absorver. Dessa forma, sua utilização na construção dos músculos é muito mais eficiente, o que ajuda a ganhar massa muscular.

O que faz com que uma proteína tenha alto valor biológico é a presença de aminoácidos essenciais (AEE) em uma boa concentração. Essas proteínas são essenciais para o ser humano, mas não são produzidas por nosso organismo. Quase sempre possuem origem animal, estando presentes em alimentos como carne, ovos e leite.

No caso do whey, os aminoácidos presentes são a leucina, a isoleucina e a valina, também chamadas de BCAAs (do inglês branched-chain amino acids, ou aminoácidos de cadeia ramificada).

2. Melhora a recuperação pós-treino

Por ajudar na regeneração muscular, um dos principais benefícios do Whey Protein é a potencialização da recuperação pós-treino.

Independentemente do tipo de atleta, seja ele um maratonista ou um fisiculturista, é extremamente necessário que os músculos se recuperem adequadamente após o exercício físico. Caso contrário, o atleta sentirá fadiga muscular e dores, estará mais propenso a lesões, e pior ainda: o treino será muito menos eficiente.

De fato, há quem diga que a recuperação é tão importante quanto o treino. Isso porque o exercício serve para “destruir” uma parte do músculo, sendo justamente na recuperação que o músculo se regenera, tornando-se maior e mais resistente.

Graças às proteínas de alto valor biológico e os BCAAs, o Whey Protein acelera essa recuperação, fazendo com que o músculo se reconstrua mais facilmente e o atleta sinta menos dos efeitos desagradáveis após o treino.

3. Beneficia o sistema imunológico

Um dos aminoácidos mais importantes para o ser humano é a glutamina, que promove a multiplicação e o desenvolvimento das células do sistema imunológico. Ela não é considerada um aminoácido essencial, uma vez que é produzida pelo nosso próprio organismo.

Ainda assim, em casos como treino intensivo, pós-operatório e certas doenças, a produção de glutamina pode ficar comprometida, e, se não for compensada, pode causar danos ao sistema imunológico.

E é aí que entra o whey: a valina e a isoleucina, que são dois dos BCAAs presentes no soro do leite, ajudam na produção de glutamina durante os exercícios, fazendo com que a demanda do corpo seja suprida. Ou seja, o fortalecimento do sistema imunológico também está entre os benefícios do Whey Protein.

4. Ajuda a emagrecer

O whey não é necessariamente um alimento com baixo teor calórico — uma porção tem cerca de 120 a 140 quilocalorias. No entanto, essas calorias possuem um alto valor nutricional, sendo em sua maior parte proteínas.

Os whey mais processados, como o isolado e o hidrolisado, são ainda mais eficientes nessa questão: sua composição não possui quase nada de açúcares, carboidratos e gorduras, o que o torna excelente para quem precisa diminuir ao máximo o consumo de calorias e carboidratos.

Mas independentemente da variação do suplemento, um dos mais interessantes benefícios do Whey Protein é que ele pode ajudar na perda de peso: o whey aumenta a sensação de saciedade, ou seja, diminui a fome e te faz comer menos.

Ainda assim, caso o whey seja utilizado nesse sentido, é importante que sua dieta seja bem planejada, de preferência com a ajuda de um especialista.

O emagrecimento é um dos benefícios mais almejados pelos usuários do Whey Protein.
O emagrecimento é um dos benefícios do Whey Protein mais desejados.

5. Dá mais disposição

Como já foi mencionado, o whey é uma ferramenta excelente para a recuperação muscular pós-treino. Por promover a síntese de proteínas e a reconstrução dos músculos, os efeitos negativos (como dores e fadiga) são reduzidos consideravelmente.

O resultado é que você está muito mais disposto a se exercitar no dia seguinte, aumentando seu rendimento nos treinos. E não pense que esse é um benefício trivial: cerca de 64% dos alunos de academia desiste antes do terceiro mês de treinos.

Considerando que os resultados da maioria dos treinos levam de 3 a 6 meses para se tornarem evidentes (como o emagrecimento e o crescimento muscular), este também está entre os mais importantes benefícios do Whey Protein.

6. Possui rápida absorção

Outro dos benefícios do Whey Protein é que as proteínas presentes no suplemento geralmente são absorvidas de forma mais rápida pelo organismo. Isso em parte acontece devido à sua composição e em parte pela forma que o produto é processado, de forma que as proteínas se tornam mais simples de metabolizar.

E essa absorção é mais rápida conforme aumenta a “pureza” do whey: o whey isolado, por exemplo, possui moléculas menores e maior concentração de proteínas em relação ao whey concentrado. O whey hidrolisado, por sua vez, é o de absorção mais rápida, já que passa por mais processos de refinamento.

7. É prático e fácil de consumir

O whey é extremamente fácil de consumir. Como o suplemento geralmente é muito solúvel, você pode dissolvê-lo em água ou leite sem problemas. Você pode também misturá-lo a frutas, iogurte ou outros alimentos, de acordo com sua preferência, e até mesmo criar receitas como panquecas, tortas e muito mais.

O whey ainda está disponível em diversos sabores, como chocolate, baunilha e morango, que facilitam o consumo para paladares mais exigentes. Geralmente, as versões mais refinadas possuem um gosto menos amigável, mas isso é fácil de resolver com um pouco de criatividade.

Essa versatilidade é certamente mais um dos benefícios do Whey Protein, especialmente quando consideramos outros tipos de suplemento.

8. Está disponível em várias versões

Já mencionamos que o whey está disponível em vários sabores e em variados níveis de refinamento. A verdade é que existem diferentes tipos de whey para diferentes necessidades, que vão variar de acordo com o indivíduo.

De uma forma geral, existem três variações principais de whey:

  • Whey concentrado: o mais tradicional, possui uma concentração menor de proteína e apresenta maior custo-benefício em sua forma pura. É suficiente para a maior parte dos casos.
  • Whey isolado: mais refinado, possui uma concentração maior de proteínas e menos gorduras e carboidratos. É interessante para quem procura um rendimento maior, mas costuma custar mais.
  • Whey hidrolisado: é o que é mais processado, chegando a níveis bem altos de pureza. Possui quantidades quase insignificantes de gorduras e carboidratos, mas devido ao preço alto é recomendado apenas em casos específicos.

Além disso, existem ainda outras versões do whey: o Whey Protein feminino possui componentes adicionais para o organismo das mulheres; o Whey blend é um mix com outras proteínas e o Whey 3W é uma junção dos três tipos principais.

Está pensando em usar o Whey Protein?

Os benefícios do Whey Protein, como você descobriu hoje, vão bem além do simples ganho de músculo: o suplemento pode promover o emagrecimento, ajuda a fortalecer o sistema imunológico e dá mais disposição para que você treine mais ainda. Além disso, o whey está disponível em diferentes versões, que podem ser mais interessantes dependendo do seu caso.

Para entender melhor os benefícios do Whey Protein em cada caso e descobrir qual deles é o melhor para você, leia o nosso guia de compras dos melhores Whey Protein, que contém informações mais detalhadas sobre cada variação do whey e uma lista com os melhores Whey Protein de 2020.

Você já conhecia esses benefícios do Whey Protein? Conte pra gente! E para mais conteúdo sobre nutrição e produtos esportivos, continue de olho no Nutri 360.

Até mais!

Sobre o Autor: Johann Victor

Nascido em MS, criado em São Paulo. Gosta de escrever, viajar e aprender sobre tudo o que é possível.

Deixe um comentário